ter. jul 23rd, 2024
Protoboard 830 pontos

A protoboard 830 pontos é ideal para quem precisa trabalhar com o simples e o barato. Esse componente é usado na montagem de circuitos através da inserção de dispositivos, sem precisar realizar nenhum tipo de soldagem, o que facilita bastante o processo de realizar testes em protótipos.

Basicamente, um protoboard é uma matriz de contato, com furos de conexões condutoras, que permitem montar circuitos. A seguir, vamos entender melhor o que é e para que serve esse componente, e quais as vantagens desse elemento na área da eletrônica. 

O que é um protoboard?

Protoboard é uma placa de ensaio (também chamada de matriz de contato ou breadboard) usada na prototipagem de um aparelho eletrônico. Esse componente possui furos e conexões internas, em outras palavras, possui uma matriz que permite construir circuitos de testes. 

Em termos gerais, serve como um instrumento de ensaio – antes de soldar um componente na placa, pode-se realizar o teste com o protótipo, antes de partir para o projeto final. Essa é a forma básica do funcionamento de um protoboard. 

Vantagens do protoboard

Um protoboard tem como vantagens a sua flexibilidade, sua reutilização, custo-benefício e seu teor fácil e educativo. É flexível porque permite montar, alterar e testar circuitos de forma rápida. 

Por não ter componentes soldados, pode ser removível de forma fácil e reutilizada em outros projetos. Além disso, apresenta bom custo, já que diminui a necessidade de placas de circuito impresso (PCB). Por fim, é uma ferramenta útil no aprendizado, pois permite que estudantes entendam os circuitos de um jeito prático. 

Qual é a função do protoboard?

Como mencionamos acima, a grande ‘magia’ do protoboard é permitir montar, desenvolver e testar vários circuitos eletrônicos sem precisar soldar os componentes. Por isso, se você tem dúvidas sobre o comportamento de determinado circuito, esse componente é o lugar ideal para testar o seu funcionamento.

Além disso, outra função útil é poder interligar sensores e circuitos integrados em vários tipos de microcontroladores disponíveis no mercado, como o Arduino, por exemplo. A protoboard 830 pontos, como o nome sugere, possui 830 furos ou orifícios (pontos de conexão) para inserir os componentes eletrônicos, cabos e conectores.

Onde o protoboard pode ser utilizado?

A matriz de contato pode ser utilizada para montar diversos tipos de prototipagem de circuitos eletrônicos. Para pequenos circuitos podemos usar placas com 400 orifícios. Já para projetos intermediários e complexos, deve-se usar a protoboard 830 pontos. A placa de ensaio pode chegar até 6000 furos. 

Um exemplo de aplicação, é criar um sistema automático de ligação de lâmpada LED. Outros projetos que podem ser realizados: medidor de temperatura e umidade, sistema de automação residencial, entre outros diferentes tipos de projetos.

Como utilizar?

A placa de ensaio são estruturas de prototipagem de circuitos, e seu uso se dá da seguinte forma: junto a matriz de plástico fica uma base de plástico com vários orifícios. Um lado é a base para componentes e no outro lado é realizado as conexões. 

Para montar um circuito, os terminais dos componentes e os jumpers devem ser ligados nos orifícios da placa. Esses orifícios são dispostos em linhas (extremidades) e colunas (centro). A coluna superior na cor vermelha é para a entrada de corrente (positivo). E a inferior, na cor azul, geralmente, é para o negativo ou terra.

É possível encontrar kits prontos para criar projetos, contendo a placa e outros elementos essenciais para testes de circuitos. Na Eletrogate, loja especializada em equipamentos de eletrônica, você encontra as melhores opções para alavancar seu aprendizado e auxiliar no desenvolvimento do seu projeto.

Rate this post

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.